Paixão e Metamorfose, (Metamorfoseando)

"Não se deve medir o tempo em que se ama. Só o tempo cronológico pode ser cravado, cronometrado. O tempo subjetivo, não. Todos nós temos um relógio interno que nos diz quanto amamos e com que intensidade.
Quanto vale uma noite de prazer absoluto? Quanto tempo duram ou ficam gravados em nossa mente um olhar, uma carícia?
Encontros, músicas, ruídos, gestos de ternura, pedaços de conversa, essas coisas não se medem, não têm preço.
Quando a pessoa desperta desse estado onírico da paixão, o que acontece é que a paixão termina, e isso, em geral, provoca a morte da relação, ou então uma Metamorfose.;)
O fim do deslumbramento abre espaço para que o amor renasça com outra cara. A fase da paixão estonteante deve ser vista como uma etapa de um processo que continua.
Depois que os amantes voltam a colocar os pés no chão, surge a possibilidade da formação do vínculo amoroso, e a importância desse vínculo vai depender da quantidade e qualidade das trocas que os parceiros forem capazes de estabelecer."

(Maria Helena Matarazzo- Encontros, Desencontros e Reencontros)

Comentários

Mas que estar apaixonado é bom isso é..e é estranho não estar, mas cientificamente falando a fase da paixão dura no máximo 1 ano e depois vem a METAMORFOSE...e q venha o amor..
Diana disse…
Sim, que venha :)

Postagens mais visitadas