À um amigo distante, M.V.

Dizem que os poetas não são felizes porque são utópicos. Dizem também que é por isso que escrevem tanta coisa bonita de se ler, coisas que me fazem flutuar e que eu brinco tanto antes de saber do que se tratava: "é um orgasmo artístico o que eu sinto".
Maneira louca de pensar o mundo essa a minha.
Na verdade quando estou com lágrimas pela garganta, eu mal consigo escrever por mim mesma. Então eu procuro um poeta que fale por mim, e como falam... Benditos poetas/infelizes/humanos/irreais! É vivendo de poesia que eu caminho, é vivendo delas que eu sou o que sou e conquisto você.
Me dá notícias?
Você veio assim tão breve, preciso tirar as tais lágrimas da garganta, transformar as gotinhas em pérolas e te dar esse cordão.
Vem cá?


"Uh... Se a gente já não sabe mais
rir um do outro meu bem então
o que resta é chorar e talvez,
se tem que durar,
vem renascido o amor
bento de lágrimas.
Um século, três,
se as vidas atrás
são parte de nós.
E como será?
O vento vai dizer
lento o que virá,
e se chover demais,
a gente vai saber,
claro de um trovão,
se alguém depois
sorrir em paz.
Só de encontrar... Ah!!!

(O Vento, Los Hermanos). 

Comentários

Poetas são tristes mesmos!!!!
Eu amo essa música tu sabe né??me lembra um passado bom, feliz e simples...de amores não realizados...:D
"O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente." (Fernando Pessoa)
Sampaio disse…
http://dennysfs.blogspot.com/

Postagens mais visitadas