Sobre novidades.



SE você quiser saber como é que eu tô.
Chegando aquela hora da nova idade, pra mim mais parece a hora do fim do mundo. A verdade é que depois de tantas novidades eu ainda continuo a mesma de quando você me conheceu. [Só que mais fraca]. Uns quilos a menos, medicamentos, conquistas materiais (e consequentemente, dívidas), a idade chega, os amores se vão... começar tudo de novo? (uft!) 




E depois de tanto dar voltas... quebrar o nariz nas infinitas quedas, eu ainda voltaria para quebrar a testa na parede da sua casa. (sim, isto ainda é para *Estrelinha)


SE você quiser saber onde é que eu estou:
Eu ainda estou de vez em quando parada no "Chevalier" lembrando seus cabelos, seus beijos e seus carinhos.




"O amor é uma doença. Eu sinto náuseas, febres, dores musculares. Eu acordo assustada no meio da noite. Eu choro à toa."
(Tati Bernardi)

Comentários

Postagens mais visitadas