Guarde suas coisas pra que elas não sejam efêmeras.

Lendo aqui o Diário do Nordeste do dia 24/02/2012, caderno 3, cultura. Eis que me deparo com um tema que gosto muito, que é sobre produções literárias artísticas e culturais brasileiras antigas, como revistas e periódicos. Nesta matéria, esta dica de livro (Revistas de Invenção - Sérgio Cohn):


Continuando a matéria ele diz assim: 
"Os blogs, sites e revistas eletrônicas, reconhece Cohn, desempenham papel importante nesta renovação. Ainda assim, segundo o pesquisador, não se deve pensar numa substituição do formato impresso. "A memória é um ponto a ser colocado. No livro, você vê revistas de 90 anos, mas quanto tempo um blog vai estar disponível? Corremos o risco de que uma grande parte da produção cultural se perda em médio prazo", avalia.

É por isso que resolvi voltar às minhas composições no papel. E ao meu velho caderninho... estarei aqui, mais que isso, estarei lá 'quase que me eternizando' , às minhas gerações futuras.

Comentários

Vix é mesmo! Perdi o hábito..eu tinha um diário...depois de velhotinha, antes do blog! rs

Postagens mais visitadas